Sagrada Família: Dança

Irmãs da Divina Providência
21 novembro, 2017 13:25



Dança 

 

No domínio psicomotor destacaríamos como meios principais de desenvolvimento o trabalho de força, da resistência muscular localizada e da flexibilidade, no que diz respeito às qualidades de performance física. Por outro lado ressaltaríamos também o trabalho da coordenação neuro-muscular, do ritmo, da descontração e do equilíbrio como qualidades de habilidade motora.

 

No domínio cognitivo visamos a aquisição e apreensão de novos conceitos, conhecimentos e atitudes, não só sobre a atividade física em questão e em geral, como também, sobre "saúde", com aplicações até mesmo no cotidiano dos alunos.

 

Com relação ao domínio afetivo os comportamentos estão diretamente relacionados aos processos de integração social dos alunos, entre si, com o professor e o meio social (a própria escola).

 

A Dança é uma forma de expressão corporal e é fundamental para o ser humano, fazendo com que aperfeiçoemos a nossa coordenação motora, trazendo ao cotidiano uma grande paz de espírito e quando efetuada em grupo proporciona a convivência social saudável. Dançar causa a sensação de alívio, de bem estar, de alegria, no entanto é complexo conseguirmos através de palavras explicar como a expressão corporal nos pode trazer tantos benefícios. Cada passo, cada movimento, transporta nossas sensações, nosso estado de espírito e pode determinar a facilidade com que transpomos certos obstáculos.

 

A Dança na vida das crianças e adolescentes é fundamental para sua formação artística quanto para sua integração social. Tudo porque a dança desenvolve os estímulos:

 

  • Tátil - Sentir os movimentos e seus benefícios para seu corpo.

  • Visual - Ver os movimentos e transformá-los em atos.

  • Auditivo - Ouvir a música e dominar o seu ritmo.

  • Afetivo - Emoções e sentimentos transpostos na coreografia.

  • Cognitivo - Raciocínio, ritmo, coordenação.

  • Motor - Esquema corporal.

 

As aulas de dança, visam o desenvolvimento da coordenação motora, equilíbrio e flexibilidade. São também trabalhados aspectos tais como: criatividade, musicalidade, socialização e o conhecimento da dança em si.

 

A dança proporciona, na Educação, elementos significativos que favorecem o desenvolvimento do Ser Humano. Existe o enfoque da formação do bailarino profissional e, também, o de formação e valorização humana do aluno que escolhe o aprendizado da dança como uma complementação de sua formação pessoal. Valoriza-se o aprendizado da dança, o dançar como experiência de vida e a própria vivência da dança na relação da criança e adolescente consigo mesmo, com o outro e com o seu meio.

 

Conteúdo Relacionado